Buscar
  • Grupo Neurofocus

Exercício terapêutico para ajudar a gerenciar expectativas

Estudos mostram que expectativas exageradas causam mais dor do que a frustração, podendo gerar insegurança e dificuldades de convivência.


As relações sociais são necessidades vitais. Por sua complexidade precisam de emoções específicas formadas por essas relações.


Através de impressões emocionais geradas em microssegundos e armazenadas instantaneamente sobre os comportamentos observados e vividos muitos dos comportamentos pessoais são preparados para serem deflagrados por determinadas emoções como as expectativas e ao mesmo tempo são ajustadas ao momento presente ajudando a prever e a produzir novos.

FUNÇÃO DAS EXPECTATIVAS


Sua função adaptativa beneficia relações sociais ajustando várias tentativas para que haja reciprocidade nas relações desde as atitudes mais simples as mais complexas do cotidiano.


QUANDO AS EXPECTATIVAS FALHAM


Em determinados ambientes principalmente nos virtuais a falha pode tomar proporções dolorosas criando comportamentos que vão desde mudanças de percepção sobre si mesmo até isolamento.


O exercício proposto é para amenizar o mal estar gerado pela falha desse tipo de expectativa.


O EXERCÍCIO


Sentar-se numa cadeira com os pés no chão, postura ereta, deixar os braços caírem ao longo do corpo, inspirar pelo nariz e com as palmas das mãos para cima, elevar os braços lentamente até a altura dos ombros. Na expiração, imaginar que está segurando algo pesado ao descer os braços lentamente até as pernas.



RESULTADOS


Exercício aplicado durante 5 sessões terapêuticas. Foi desigando o 1 para a menor sensação de mal estar relacionada a falha de expectativa, 2 não mudança de sensação e 3 ao aumento do mal estar.


REFERÊNCIAS


LOWEN, A. A Espiritualidade do Corpo. Rio de Janeiro, Cultrix, 2007

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo